Pop

Aberto a colaborações, Suricato grava com Vitor Kley

RODRIGO SURICATO VITOR KLEY A DOIS corrigida

O cantor e compositor Rodrigo Suricato fez de 2020 um ano pra lá de produtivo: gravou três álbuns e obteve sua segunda indicação consecutiva para o Grammy Latino. E sentindo-se cada vez mais maduro como autor, fica à vontade para gravar canções de novos artistas, gente da cena independente que também busca seu lugar ao sol. É o caso de “A Dois”, single gravado com o gaúcho Vitor Kley.

Escrita por Ramon Matheus e Ébano Machel, “A Dois” foi gravada anteriormente pela banda independente Tem Amor. “Na turnê do disco ‘Na Mão as Flores’, eu cedia o espaço de abertura para até seis artistas se apresentarem. Era lindo. Entre eles, uma banda chamada Tem Amor, que eu já conhecia e adorava. Escutei ‘A Dois’ em um pocket show deles e amei. Como normalmente componho meu repertório sozinho, achei que seria maravilhosa a ideia de gravar uma canção de um artista independente. E o Kley foi minha primeira opção para gravar junto, pois amo o trabalho dele e ele adorou a música”, conta Suricato, que chegou a introduzir uns fraseados mais suingados no arranjo. “Quem me acompanha sabe que , musicalmente, sou mais do rock, do blues, do folk… Mas também sou aquele cara do sushi com strogonoff. Gosto das misturas”, completa.

A nova canção chega acompanhada de um videoclipe, gravado em duas praias diferentes do litoral brasileiro, com direito a muito pé na areia e coração em alto mar. Confira aqui o resultado:

Honrado pelo convite, Vitor Kley diz que já sentia uma conexão forte com Suricato, mesmo antes de conhecê-lo. “O Rodrigo me mandou uma mensagem dizendo que tinha um som que era a minha cara, a minha vibe, e eu fiquei muito feliz! Tenho uma admiração musical por ele muito grande, então, nós já estávamos conectados antes mesmo de nos conhecermos. Acho que quando as pessoas se admiram artisticamente os universos já se aproximam muito”, conta Kley.

“Estou cada dia mais aberto aos processos colaborativos, pois me percebo mais seguro de mim. Um dos meus maiores propósitos é compartilhar informações com artistas independentes e o meu público. Sempre digo que ‘o processo é a própria arte’ e, por isso, achei boa ideia abrir a caixa preta do meu trabalho para as pessoas opinarem. Arriscado, nada pop, mas não me arrependo”, reforça Suricato.

Para 2021, Suricato planeja lançar apenas um novo álbum, mas sinaliza um novo projeto paralelo, além de sua participação como vocalista do Barão Vermelho. “Nos últimos tempos venho desenvolvendo o conceito artístico de homem-banda, de gravar todos os instrumentos de um álbum e reproduzir isso no palco. sozinho. Mas ando com saudade de tocar junto e quero voltar a formar uma banda. Já estou selecionando músicos e ensaiando algumas coisas para tirar esse projeto do papel”, avisa o artista.

Deixe uma resposta