RockRock Brasil

Marcelo Bonfá lança novo álbum solo

Marcelo Bonfá - Foto: Divulgação

Recentemente Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos garantiram na Justiça o direito de se apresentar ao vivo tocando canções da Legião Urbana. mas nem só de tributo vivem esses músicos que também possuem carreiras solo. Dado tem cinco álbuns lançados, compõe trilhas sonoras para cinema e produz jovens artistas. E Bonfá acaba de lançar seu sexto trabalho solo: “Improvável Certeza”.

O baterista da Legião apresenta dez canções no repertório e o disco foi totalmente composto, produzido, tocado e arranjado por ele. Quando as músicas estavam finalizadas, Bonfá convidou seu filho, o guitarrista João Pedro, para dar um toque especial às canções.

“Este disco veio de uma forma natural, intuitiva. O que me instiga a compor são os timbres e as sonoridades eletrônicas de programas como Reason e Logic. Eu sempre compus assim com exceção dos momentos em que tínhamos uma banda de rock, mas mesmo ali na Legião Urbana muitas das letras e melodias de voz nasciam após a composição da base das músicas da banda. Dali, eu extraio uma melodia e, inclusive para mim, a frase inicial que surge da métrica e melodia da base é o que vai me direcionar para o que vou dizer na letra inteira. Esse álbum foi feito durante esse período estranho que estamos vivendo e é um trabalho em que eu volto para mim mesmo. É um disco bonito, de poesia”, avalia.

Bonfá avisa que pretende voltar aos palcos, mas com segurança para artistas e público. “Em algum momento, quando a situação for possível e os protocolos forem sérios, eu quero voltar a fazer show”, explica.

Em abril do ano passado, Marcelo Bonfá lançou o EP “Outono”, com cinco músicas. O trabalho teve a colaboração dos baixistas Champignon e Marcão, ex-integrantes integrantes do Charlie Brown Jr; e PJ, do Jota Quest.

Em 2015, para comemorar os 30 anos do primeiro disco da Legião, Marcelo e Dado Villa-Lobos saíram em turnê pelo Brasil com ator e cantor André Frateschi para celebrar o marco. Depois de diversos shows entre 2015 e 2017, os dois músicos voltaram a se apresentar, em 2018, para tocar canções dos discos “Dois” e “Que País É Este”. Assim como faziam no auge da banda, eles arrastaram multidões Brasil afora, mas o projeto foi pausado em função da ação judicial movida por Giuliano Manfredini, herdeiro de Renato Russo, que detém os direitos da marca Legião Urbana. Após muitas protelações, os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiram em favor de Bonfá e Dado. legítimos parceiros de Renato e memória viva da banda.

 

Deixe uma resposta