reggae

Natiruts lança ‘Tudo Vai Dar Certo’

O Natiruts prepara o lançamento do projeto 'América Vibra' - Foto: Gallo Bluguermann

A proliferação veloz do coronavírus pelos quatro cantos da terra adiou os planos do Natiruts, mas a sabedoria rastafari sempre encontra um jeitinho de ver as coisas boas do mundo.  “Um mês de quarentena, a natureza respira e o céu das grandes cidades reaparece, a economia arde e pede socorro, talvez a busca do equilíbrio seja a base de um futuro melhor para todos”, filosofa Alexandre Carlo, vocalista da banda que acaba de lançar nas redes o single “Tudo Vai Dar Certo”, uma lufada de otimismo, positividade e esperança em tempos conturbados, afinal este é o jeito reggae de ser.

“Tudo Vai dar Certo”, é uma das faixas do projeto “América Vibra”, que conta com show gravado em Buenos Aires, um documentário, além de singles novos, ainda sem data para ser lançado por completo. Falando especificamente desta música, Alexandre avisa tratar-se de reggae de raiz com pitadas de dub. “A letra segue o estilo de composição típica do Natiruts, que trata de esperança e energia positiva, mas sem cair na armadilha da alienação”, explica o cantor, acrescentando que o single tem tudo para agradar os apreciadores do reggae. Conheça a nova canção:

Embora pareça uma produção recente, por trazer essa mensagem de esperança em meio ao caos, a faixa (com participação de Amani Kush) sempre fez parte de “América Vibra”. “Mas há músicas que escolhem o momento de serem lançadas e ‘Tudo Vai Dar Certo’ foi antecipada para confortar as pessoas”, conta Alexandre. “Cada cidadão tem uma visão do momento que estamos passando. A nossa é de luto, gratidão aos profissionais da saúde, respeito às recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e reflexão sobre para onde podemos levar a humanidade”, completa.

Pensando em contribuir de alguma forma na manutenção do bom astral das pessoas, o Alexandre fez uma live na última quinta-feira (23). “Decidimos fazer pelos fãs, pelas inúmeras mensagens que recebemos ao longo do último mês. Porque nosso compromisso social não é de agora, são 25 anos de preocupação em passar mensagens de amor, união, paz de espírito e respeito ao próximo”, justifica Alexandre, que tocou por quase duas horas de casa acompanhado pelo filho Pedro, nos teclados. Assista aqui:

Foto da capa: Gallo Bluguermann

Deixe uma resposta