hip hop

Redley, a grife que virou selo musical

Uma coisa comum ao se entrar em algumas lojas de roupa é apreciar (ou não) a trilha sonora do ambiente. Não são poucas as marcas que recorrem às chamadas agências de soundbranding para criar playlists que introduzam o cliente na atmosfera do lugar. São as chamadas ações de marketing de experiências. A rede Redley é uma delas mas, depois de 35 anos juntando moda, esporte e música num mesmo pacote, a marca resolveu criar um selo musical para apoiar jovens artistas que mostrem afinidades com os conceitos da marca. A estreia da Redley Records é o lançamento de “Novo Milênio”, canção do rapper Joca em parceria com a banda carioca Grãomestre. O single já está disponível nas plataformas se streaming.

Assim como acontece no mundo da moda, o novo selo vislumbra trabalhar com um conceito completo e harmônico. Os lançamentos serão acompanhados sempre de: um single, um clipe e um minidocumentário mostrando os bastidores e todo o processo criativo. A cada lançamento, a Redley Records convidará dois artistas para criações coletivas. “Queremos misturar estilos, referências e visões, com o intuito de trazer uma proposta inovadora e colaborativa sobre produção musical.”, explica Bernardo Cabral, coordenador de branding da marca.

O selo chega ao mercado em parceria com a Mangolab, um laboratório cultural que atua como plataforma de conteúdo digital que se especializou em festas, lançamento de clipes, agenciamento, distribuição e produção de novos artistas. “A gente sempre celebra esse tipo de aproximação de marcas querendo se posicionar através da música. Afinal, não é botando um produto num clipe ou milhares de reais num artista que você incentiva uma cena, incentiva um movimento ou define um perímetro em torno de uma expressão artística”, destaca Dudu Jardim Sena, sócio da Mangolab. Para ele, não se pode ter medo de investir num artista que não tem grande apelo midiático, mas mostra relevância musical. “Queremos uma curadoria que faça sentido, apostando em artistas novos e promovendo um trabalho contínuo.”, anuncia.

A banda carioca Grãomestre juntou-se a Joca para criar ‘Novo Milênio’, o primeiro single da Redley Records

“Conseguimos equilibrar a estética Joca + Grão, imprimindo uma identidade que soma no trabalho e trajetória artística de nossos projetos individuais e inicia um novo ciclo, disparando novas possibilidades. A parceria aconteceu de maneira bastante fluida”, comenta o mineiro Joca, radicado em Niterói desde 2014. “É uma faixa para se ouvir no dia-a-dia, gostosa no ouvido. Uma parceria que prova que seis cabeças pensam melhor do que cinco”, enfatiza Max Torras Sande, da Grãomestre, banda cuja sonoridade mescla jazz e hip-hop, com influências musicais que vão de Hiatus Kaiyote, Anderson Paak e Jordan Rakei até Marcelo D2. Confira aqui o videoclipe. de “Novo Milênio” foi escrito, dirigido e editado por Antônio Arraes. E os bastidores do processo produtivo, que dão origem ao minidocumentário, poderão ficam disponíveis no IGTV da marca no Instagram.

Antecedentes musicais

Em 2018, a empresa ensaiou uma aproximação com as plataformas musicais. Na celebração dos 40 anos do icônico álbum “Refavela”, a Redley associou-se a Gilberto Gil para criar uma linha especial inspirada no artista. Também fincou os pés na música patrocinando festivais como o Queremos! e Rock the Mountain, apoiou festas e coletivos artísticos independentes, como Digitaldubs e a Charanga Talismã, e aproximou-se de produtores, DJs e rappers. “Mas ainda faltava alguma coisa. Sentíamos a necessidade de criar um projeto nosso, que servisse de plataforma para lançarmos novos artistas”, conta Bernardo Cabral, coordenador de branding da Redley, explicando o conceito da incubadora de artistas com talento e potencial.

O nome do selo veio de um antigo projeto da marca. “Redley Records” era uma antiga loja de fita k7 e vinil que a marca teve em Brasilia, nos anos 1990. “O selo vai funcionar como uma plataforma em que os artistas vão poder mostrar suas vozes e visões para o mundo através do nosso alcance. O projeto tem como objetivo ser uma construção a longo prazo, com dois lançamentos ainda em 2020 e crescendo nos próximos anos.”, avisa Cabral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *