BluesRock

Eric Clapton lança novo álbum (quase) acústico em 12/11

Eric Clapton

Quando Melia McEnery chegou à sacada de uma casa de campo para ver o marido tocar com sua banda não imaginou que seria a inspiração para o título de um álbum. Eric Clapton acaba de anunciar para 12 de novembro o lançamento de seu mais novo projeto. Trata-se do álbum “Eric Clapton – The Lady In The Balcony”: Lockdown Sessions”. O genial guitarrista e seus companheiros de banda Nathan East (vocais e baixo), Steve Gadd (bateria) e Chris Stainton (teclados) apresentam 17 canções em versão acústica para blues e country.

Supervisionada pelo produtor Russ Titelman e gravada ao vivo na Cowdray House, em West Sussex, Inglaterra, a performance nos mostra Clapton revisitando clássicos atemporais como “After Midnight”, “Layla”, “Bell Bottom Blues”, “Tears in Heaven”, “Nobody Knows You When You’re Down And Out” e “Key to the Highway”. Aliás, a Cowdray House não é uma casa de campo qualquer, mas uma mansão construída nos arredores das ruínas de um castelo que pertenceu à dinastia Tudor, que governou a Inglaterra entre 1485 e 1603.

Além de revisitar algumas das seleções mais queridas de Clapton a partir de seu extenso repertório. Além disso, o artista preparou versões de músicas que impactaram sua carreira como “Black Magic Woman” e “Man of the World”, compostas por Peter Green, do Fleetwood Mac. Assistam um trailer do projeto:

eric clapton
Clapton durante as sessões de gravação

 O projeto de gravar ao vivo em estúdio foi a alternativa encontrada por Clapton e sua banda assim que pandemia forçou o cancelamento dos concertos de Clapton programados para maio de 2021 no Royal Albert Hall, em Londres. Os músicos vinham de sucessivos ensaios e estavam na secura para tocar para valer. E assim o grupo reuniu-se no interior da Inglaterra e encenou um show sem público enquanto deixava as câmeras rolarem. E Melia acabou sendo a única observadora externa de todos esses momentos e por inspirou o título de ‘Sessions’: “The Lady in the Balcony”.

O set mais acústico foi concebido para ser algo que soasse como uma sequência para “Eric Clapton Unplugged” (1992), um dos álbuns mais bem sucedidos do músico. No entanto, três canções foram registradas com guitarras elétricas. para o artista, o resultado final dessa experiência “se tornou muito mais do que simplesmente uma sequência de grandes sucessos” e mostrou-se como uma das performances mais íntimas e autênticas de Clapton.

Após sua passagem pelos Yardbirds, em 1963, Clapton atuou como como músico profissional junto a vários projetos, tocando inclusive com John Mayall and The Bluesbreakers. Com Ginger Baker (bateria e voz) e Jack Bruce (baixo e voz), foi um dos pilares do power trio Cream (1966-1969), banda de vida curta mas até hoje uma das mais impactantes da história do rock. E firmou-se numa brilhante carreira solo a partir do álbum “Eric Clapton” (1970) que teve “After Midnight” como o seu maior sucesso.

Confira a lista de 17 canções que farão parte do novo álbum: “Nobody Knows You When You’re Down And Out”, “Golden Ring”, “Black Magic Woman”, “Man of the World”, “Kerry”, “After Midnight”, “Bell Bottom Blues”, “Key to the Highway”, “River of Tears”, “Rock Me Baby”, “Believe in Life”, “Going Down Slow”, “Layla”, “Tears in Heaven”, “Long Distance Call”, “Bad Boy” e “Got My Mojo Working”. “Eric Clapton – The Lady in the Balcony: Lockdown Sessions” estará disponível no Brasil em DVD+CD e nas plataformas digitais. Agora é só entrar na contagem regressiva para o lançamento e podermos conhecer o que apenas Melia McEnery ouviu naquela tarde pandêmica de 2020.

Deixe uma resposta