MPB

Paulo Tó chega a galope com mais um bom álbum

paulo tó
Capa do álbum ‘Galope’, de paulo Tó

“Galope” é o novo álbum do cantor e compositor Paulo Tó. Com produção musical de Guilherme Kastrup e do próprio Tó, o álbum, gravado durante a pandemia, traz nove canções autorais e uma versão de autoria do compositor português Fausto Bordalo Dias.

Explorando novas linguagens a partir da MPB dos anos 1970, e os pés bastante fincados na herança tropicalista, Paulo Tó nos apresenta uma obra ora tradicional ora futurista estabelecendo um criativo diálogo com o rap e a música eletrônica – canções que nos convidam a viagem sem destino certo. “Galope é uma busca inquieta por caminhos, respiros, horizontes”, resume o artista.

Como músicos de base, o novo trabalho conta com Guilherme Kastrup, na bateria e percussão, Marcelo Cabral, no baixo e synth, e Rodrigo Campos, na guitarra e cavaco. E Paulo Tó gravou vozes, violões, além de assinar as programações de beats.

O álbum, que foi antecedido pelo single “O Mundo por um Fio”, tem ainda Maria Beraldo, Sidmar Vieira e Thiago França nos arranjos de sopro; backing vocal de Estela e Eloiza Paixão, Lucila Tragtenberg, Mariana Mayor; e as participações de Cecília Boal (atriz, psicanalista e diretora do Instituto Augusto Boal), Douglas Germano (cantor e compositor), Helena Albergaria (atriz e integrante da Cia. do Latão), Jé Oliveira (ator, diretor e dramaturgo do Coletivo Negro), Salloma Salomão (artista, professor e militante), e da pianista portuguesa Joana Sá (criadora da trilha original do filme “Tabu”, de Miguel Gomes).

“’Galope’ nasce da confluência de caminhos, diferentes parcerias que trouxeram para o álbum uma mistura de linguagens”, explica o paulistano cuja estreia musical se deu em 2014 com álbum “Temporal”, seguindo com “De Cara no Asfalto” (2016) e “Domingo” (2020). vale conhecer a sonoridade de Paulo Tó.

Deixe uma resposta