Videoclipes

Plataforma de Lançamentos – nº 23

Chegamos a mais uma edição da Plataforma de Lançamentos, desta vez com videoclipes, desta vez com clipes do duo carioca Dois a Dois, a versão infantil que a turma do Mundo Bita fez para um clássico do repertório do Biquini Cavadão, a oferenda musical do paulistano Danilo Gusmão a seus orixás e as novas ideias musicais de Billy, vocalista e compositor da banda Biltre, qua apresenta seu primeiro álbum solo.

 

Nossa hora vai chegar

Estamos todos à espera da vacina, não é? Já passamos por maus bocados em 2020, mas a esperança, a paciência e a tenacidade são as palavras necessárias. Portanto, muita calma nessa hora. Formado pelo casal Guilherme Imia e Antonia Medeiros, o duo vocal Dois a Dois gravou esta delícia de mensagem de otimismo que é ‘Tá Escrito” (Xande de Pilares, carlinhos Madureira e Gilson Bernini). Guilherme e Antonia criaram o arranjo, que mescla vozes, violão, cavaquinho e percussão e percussão corporal com muita descontração. particpação especial de Tom Moreno na percussão. A edição e mixagem de áudio são de Augusto Ordine e a edição de vídeo é de Rodrigo Ttorrero. Vejam que delícia:

‘Biquini Cavadinho’

Há 30 anos o Biquini Cavadão pede para o vento levar a banda às bordas do céu para poder puxar as barbas de Deus. Foi em 1991, com o lançamento do álbum “Descivilização” que a banda estourou no cenário do pop rock brasilis. A banda tem uma boa coleção de  anos, o grupo coleciona hits, mas “Vento Ventania” é a mais tocada nas rádios e integra o repertório obrigatório em shows. É também a canção mais popular do quarteto no Spotify. E agora chega a um público (bem) mais jovem. O clássico ganhou versão infantil, parceria de Bruno Gouveia, vocalista do Biquini, com o Mundo Bita, projeto que une música e animações e faz sucesso no YouTube, onde tem mais de 7 milhões de inscritos. Em pouco mais de duas semanas, foram mais de 1,5 milhão de execuções. Gouveia conta que a ideia partiu dele, um fã do canal por causa dos filhos, Letícia (6 anos) e Leonardo (sete meses). “Quando a Letícia nasceu, eles estavam lançando o primeiro CD. Quando o meu filho nasceu, em 2020, coincidiu de eu ver novamente o Mundo Bita e descobri que eles estavam fazendo releituras de músicas populares. Foi natural que eu quisesse fazer uma nossa também”, afirma. Confiram o resultado:

 

Um álbum visual

Depois de lançar os EPs “Peleja”, “Poema” e “Aqui”, o cantor e compositor paulistano Danilo Gusmão encerra seu projeto “Ogó – um álbum visual em quatro atos” com o último volume batizado de “Além”. Danilo lança um olhar em direção ao futuro sem dar as costas às suas raízes e presta uma oferenda musical aos seus deuses. Como a pandemia inviabilizou a realização da turnê, o artista reestruturou o espetáculo para um formato audiovisual que exigiu a regravação das canções. O último volume é composto pelas canções “Sisal”, um ponto de saudação ao orixá Exu; “Ogó”, oriqui (poema-oração direcionado a um orixá) composto em homenagem a Exu e entremeado por dois pontos em iorubá; e “Bicho”, uma canção que faz referência a Oxalá, orixá para quem se canta ao fim de alguns ritos. Assista o vídeo, com direção de Luiz Fernando Marques e direção de fotografia de Luiza Calagian:

Ideias pra fora da gaveta

Um dos fundadores do bloco “Minha Luz é de Led” e vocalista da banda Biltre, o cantor, multi instrumentista e compositor, Billy junta todas as suas referências musicais e estéticas na faixa “Expurgar”, que antecipa o EP “Hippie dos anos 90”, a ser lançado em fevereiro. “Estou sempre inventando ideias musicais e umas não cabem no Biltre, e fui vendo a gaveta dessas ideias ficando cada vez mais cheia… Foi quando pensei em lançar um lance individual. Essa é uma vontade que eu nunca achei que teria pois  sempre curti o lance em grupo, seja no teatro ou na música. Mas a ideia foi amadurecendo e chegou o momento de morder essa fruta”, conta ele. Confira o clipe em que ele atua sob a direção do artista plástico Thiago Gadelha, que também assina o roteiro:

Deixe uma resposta