AlternativoMPB

Rebel Vive – Rebeldia sonora nas ondas da web

Meca da música independente no Rio, a Audio Rebel se insurge contra a pandemia e o fechamento das casas de espetáculo promovendo mais uma edição, a terceira, do festival online Rebel Vive. Desta quarta (19) até o dia 30, 60 artistas de vários sotaques e linguagens musicais soltam a voz com seis shows diários com duração de uma hora cada – uma programação digna de maratona com transmissão pelo instagram @audiorebel.

O objetivo do evento é levantar fundos para manter a casa de shows mesmo durante o período de isolamento social que culminou no fechamento do espaço em março. A programação começará sempre às 18h e será transmitida pelo Instagram @audiorebel.

Katia Jorgensen – Foto: Caru Leão
Manoel Cordeiro – Foto: Divulgação

Na primeira quarta-feira, o festival começa com Lari Lima e segue com Luana Flores, Katia Jorgensen, Manoel Cordeiro, Petrônio e as Criaturas e Justa Causa. No dia seguinte, João Fenix abre as atividades para Chico Correa, Walter Leão, Aline Lessa, Laya e Chelle. No dia 21, a noite conta com Juliana Perdigão, André Severo, Saulo Duarte, Chris Lemos, Sylvio Fraga e André Mourão. No sábado, é a vez de Maíra Garrido, Fernando Holanda, Varandão Gang, Aline Paes, Pedro Lima e Igor de Carvalho. Jabu Morales, Belle, Billy (Vicente Coelho), Bárbara Guinle, Big Jessi e Dudu Lacerda encerram a primeira semana de lives.

Clara Anastácia – Foto: Divulgação
Fred Martins – Foto: Divulgação

Na próxima quarta-feira (26), o line-up começa com Amorym, Amanda Paulino, Bruno Di Lullo, Ana Zé, Thiago Thiago de Mello e Chico Chico. No dia seguinte, João Mantuano começa os trabalhos seguido por Afra, Zerzil, Cesar Soares, Tetiiz e Retinto. Na sexta, Ayom, Di Melo, Clara Anastácia, Carol Naine, Preta Ferreira e Thiago Elnino se apresentam. No dia 29/08, a programação traz Fred Martins, Jomar Schrank, Vasco Jean, Trio Frito, Julia e os Coiotes e Jessica Ayo. Encerrando o evento, no domingo estarão Arismar do Espírito Santo, Anastácia, Fernanda Santtana, Rodrigo Braga, Bernardo Pellegrini e Iara Rennó.

A curadoria do Rebel Vive leva a assinatura dos cantores e compositores Katia Jorgensen, Mihay e Luciane Dom, e pelo proprietário e administrador da casa, Pedro Azevedo. O grupo selecionou cantores, grupos e instrumentistas variados cuja trajetória passam pelo tradicional palco em Botafogo. “A ideia foi de mobilizar a classe artística, que atualmente também enfrenta desafios financeiros, a favor de um espaço onde possam voltar a se encontrar quando o distanciamento social for menos restrito”, comenta Azevedo, acrescentado que a programação teve o mérito de tanto veteranos quanto os nomes emergentes da cena independente nacional com muita diversidades.

Fincada há 15 anos em Botafogo e já referência no underground e na música de vanguarda, a Audio Rebel reúne no mesmo espaço estúdios de gravação e ensaio, oficina de instrumentos (luthieria) e loja de música. Além do festival, a casa abriu uma campanha de pré-venda para gerar capital de giro e tem sido o palco para lives de artistas, com o necessário respeito às normas sanitárias que o momento exige. A campanha está disponível na plataforma Eventbrite.

Confira a programação completa do Rebel Vive

 

 

Deixe uma resposta